jornal da unesp

O Brasil redescobre a Ásia

Por Juliana Sayuri
De Toyohashi (Japão)
(Para Jornal da Unesp – 11/1/2022)

Desde 1940, o termo “amarelo” designa uma das cores empregadas para identificar as etnias do Brasil, segundo as categorias propostas para autodeclaração no censo demográfico realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com os dados mais recentes, 42,7% dos brasileiros são brancos, 52,2% negros (pardos e pretos) e 1,1% indígenas ou amarelos – uma minoria étnica, historicamente invisibilizada nas discussões nacionais, mas que vem conquistando visibilidade a partir dos anos 2000 com impulso de movimentos de ativistas, artistas e acadêmicos asiático-brasileiros.

Amarelo é como se declaram muitos descendentes de povos do leste asiático, região geográfica que compreende China, Coreia do Sul, Coreia do Norte, Japão, Mongólia, a ilha de Taiwan e os territórios de Hong Kong e Macau. Há muito tempo imigrantes dessas nações (principalmente Japão, China e Coreias) cruzaram o mundo, mas até hoje muitos deles e descendentes são vistos como “estrangeiros” no Brasil. […]

FOTO: @KEMITCHAS/INSTAGRAM

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s