gama

Sorria, você não está sendo filmado

De condomínios fechados a ilhas particulares, quanto mais exclusiva, mais cara ela é: por que a privacidade se tornou um dos maiores luxos da atualidade

Por Juliana Sayuri
De Toyohashi (Japão)
(Para Gama – 31/10/2021)

Isolar-se em uma ilha paradisíaca, com areia branca e água azul cristalina do Oceano Índico, o melhor spa, as melhores frutas da estação, as melhores iguarias servidas por chefs estrelados, todos os caprichos atendidos por concierges habilidosos como gênios da lâmpada de Aladim, dançar como se ninguém estivesse olhando – e sorrir pois você não está sendo filmado. Se instalar-se num lugar assim já é exclusivo a poucos afortunados, poder fazer tudo isso sem precisar se expor é a cereja dos privilégios. Isso porque a privacidade se tornou um plus, um valor agregado ao mercado de alto luxo.

Um publicitário poderia divulgar um destino assim com uma campanha carpe diem sobre sombra e água fresca finalizada com a frase “não tem preço”. Mas tudo tem. No caso, são cerca de US$ 75 mil (R$ 415 mil) a diária. Era este o valor para se hospedar na maior ilha particular no arquipélago das Maldivas quando ali se abriram as portas do Waldorf Astoria Maldives Ithaafushi, informou a revista Forbes. […]

FOTO: ARVIN KEYNES/UNSPLASH

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s