nexo

O fenômeno do ‘travel shaming’. E o turismo na pandemia

Por Juliana Sayuri
De Toyohashi (Japão)
(Para Nexo – 16/4/2021)

Diversos neologismos surgiram na pandemia de covid-19. Além da popularização de termos técnicos e científicos, foram cunhadas diversas expressões estrangeiras para descrever os “sintomas” dos tempos atuais, como covid-19 burnout (esgotamento associado ao ritmo de trabalho no home office), quarantine fatigue (cansaço provocado pelo isolamento social) e Zoom fatigue (símbolo do uso excessivo de serviços digitais para videoconferência).

A elas se soma o travel shaming, que se refere ao ato de expor e criticar publicamente quem está viajando atualmente, diante das restrições de mobilidade recomendadas internacionalmente para conter a disseminação do novo coronavírus. No Brasil, o fenômeno lembra a ideia de “fiscal da quarentena”, termo usado para designar quem repreende aqueles que decidiram afrouxar ações de isolamento social, seja para visitar alguém na própria cidade, seja para viajar para o outro lado do mundo. […]

FOTO: ARTEM BELIAIKIN/UNSPLASH

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s