nexo

Qual a relevância da neutralidade para as Forças Armadas no Brasil

Por Juliana Sayuri
De Toyohashi (Japão)
(Para Nexo – 3/4/2021)

As Forças Armadas estão no centro da mais recente crise do governo do presidente Jair Bolsonaro, após a demissão do ministro da Defesa na segunda-feira (29) e a troca dos comandantes do Exército, Força Aérea e Marinha nos dias seguintes.

O choque entre setores militares e o presidente se deu, segundo relatos na imprensa, porque Bolsonaro cobrava dos militares alinhamento a seu discurso anti-isolamento social na pandemia de covid-19. A resposta dos oficiais representaria uma reação a essa pressão.

A crise levantou discussões sobre a politização das Forças Armadas, instituição da qual se espera “neutralidade e estabilidade de processos”, nas palavras de Vinicius de Carvalho, pesquisador da King’s College de Londres que há mais de dez anos pesquisa as Forças Armadas da América Latina. “Como instituição de Estado, não deve haver posicionamentos ou grupos dentro da força”, definiu à agência BBC Brasil, na terça-feira (30).

Desde seu início, porém, o governo de Bolsonaro, um ex-capitão do Exército, conta com militares da ativa e da reserva ocupando cargos civis e postos-chave na máquina federal, o que indica um elo estreito entre os oficiais e a política, um fenômeno com dimensão inédita desde a redemocratização do país. […]

FOTO: VICENTE EUGENIO/WIKIMEDIA COMMONS

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s