folha

Dez anos após terremoto, tsunami e acidente nuclear, Fukushima vive ecos da tragédia tripla

Por Juliana Sayuri
De Futaba, Fukushima (Japão)
(Para Folha de S.Paulo – 6/3/2021)

Às 23h08 de 13 de fevereiro de 2021, um terremoto de magnitude 7,3 estremeceu o Japão. Com epicentro no oceano Pacífico, a cerca de 90 km da costa leste do país, o abalo durou cerca de 30 segundos e foi sentido de Fukushima, no norte, à capital Tóquio, a 200 km de distância, no centro da ilha de Honshu.

O tremor provocou deslizamentos de terra, deixou cerca de 120 feridos e abriu uma dolorosa gaveta da memória do país insular: segundo a Agência Meteorológica do Japão, o abalo teria sido um sismo secundário, um desdobramento do terremoto que arrasou a área há dez anos —por sorte, desta vez a história não se repetiu como tragédia.

Na casa de Shuzo Sasaki, 58, na vila de Odaka, telhas e todas as três torres de luz foram quebradas. Um susto, mas muito menor do que o tremor que revirou o mundo de milhares de pessoas de cabeça para baixo: o Grande Terremoto de Tohoku de 2011, como é lembrado. […]

FOTO: RODRIGO SICURO

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s