nexo

Os ‘invisíveis’ que podem ficar vulneráveis em 2021

Por Juliana Sayuri
De Toyohashi (Japão)
(Para Nexo – 6/10/2020)

Cerca de 60% dos brasileiros que receberam o auxílio emergencial do governo federal não estão registrados no CadÚnico (Cadastro Único), indica o estudo “Auxílio emergencial e o futuro dos ‘invisíveis’”, de autoria dos pesquisadores Lauro Gonzalez, Bruno Barreira e Leonardo José Pereira, do FGVcemif (Centro de Estudos de Microfinanças e Inclusão Financeira da Fundação Getulio Vargas), publicado nesta terça-feira (6).

O estudo detalha o perfil dos 38 milhões de brasileiros referidos pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, como “invisíveis”: são os trabalhadores que receberam o auxílio emergencial, mas não estão inscritos no CadÚnico, a base do governo federal que registra famílias brasileiras de baixa renda. Logo, eles não são beneficiários de programas como Bolsa Família e BPC (Benefício de Prestação Continuada) e, portanto, poderão ficar vulneráveis quando o auxílio emergencial for extinto. […]

FOTO: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s