folha

Pré-Olimpíada, coronavírus acende alerta de crise e já altera dia a dia no Japão

Por Juliana Sayuri
De Toyohashi (Japão)
(Para Folha de S.Paulo – 9/3/2020)
(Zero Hora)

“Irashaimase!”, ouve-se em todo mercado, magazine ou farmácia no Japão. A palavra, estridentemente proferida por atendentes, quer dizer “bem-vindo”. Nos últimos dias, porém, outro gesto se tornou frequente: braços cruzados em xis, na altura do tórax, para sinalizar itens indisponíveis. “Só amanhã”, lamenta-se.

Desde o fim de fevereiro alastrou-se pelo país um boato que dizia que a matéria-prima do papel higiênico japonês vem da China, epicentro do surto do novo coronavírus. A informação foi desmentida rapidamente, mas não adiantou: no domingo (1º), por exemplo, o estoque do produto de um megamercado de Tóquio esgotou em cinco minutos. Em Toyohashi (a 230 km da capital), uma atendente informava nesta sexta (6): “Tarde demais, desculpe”. […]

IMAGEM: UNSPLASH

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s