nexo

As disputas ideológicas no Itamaraty, segundo este historiador

Ao ‘Nexo’, Paulo César Gomes fala sobre ‘Liberdade Vigiada’, livro que trata da atuação do Ministério das Relações Exteriores durante a ditadura militar

Por Juliana Sayuri
De São Paulo
(Para Nexo – 17/5/2019)

Durante a ditadura (1964-1985), o Ministério das Relações Exteriores – Itamaraty funcionou como braço internacional do regime militar, com ações de espionagem e propaganda política mundo afora, divulgando uma imagem positiva do Brasil durante os anos de chumbo.

A constatação está no novo livro do historiador Paulo César Gomes, “Liberdade Vigiada” (ed. Record, 2019), que será lançado no Rio de Janeiro, em 30 de maio de 2019, na livraria Leonardo Da Vinci (que endereçou um exemplar cortado do clássico “A Metamorfose”, de Franz Kafka, ao ministro Abraham Weintraub, em referência irônica aos cortes nas universidades federais).

Idealizador do portal História da Ditadura, iniciativa de história pública, Gomes é doutor em História Social pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), com temporada de pesquisa vinculada ao IHEAL (Instituto de Altos Estudos em América Latina) da Universidade Paris 3, na França. Foi pesquisador da Comissão Nacional da Verdade e professor temporário na UFF (Universidade Federal Fluminense). […]

463

FOTO: WIKIMEDIA COMMONS

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s