nexo

Por que gostamos de dizer que somos mais inteligentes do que de fato somos

Estudo feito com 40 mil alunos de 15 anos indica que adolescentes declaram ter conhecimento, experiência ou expertise sobre assuntos que, na verdade, desconhecem

Por Juliana Sayuri
De São Paulo
(Para Nexo – 1/5/2019)

Jovens são propensos a superestimar seu conhecimento, experiência e expertise sobre assuntos que, na verdade, eles não dominam. É um tipo de síndrome dos sabe-tudo na juventude.

A frase pode parecer uma afirmação peremptória, mas é o resultado de um estudo empírico feito com mais de 40 mil estudantes de 9 países.

Liderado pela economista Nikki Shure, professora de Ciência Social do Instituto de Educação da University College London, no Reino Unido, o estudo “Bullshitters: Who Are They and What Do We Know about Their Lives?” foi publicado pelo Instituto de Economia do Trabalho, na Alemanha, em abril de 2019. […]

448

FOTO: UNSPLASH

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s