revista trip

O pai do menino de cabelo azul

Alexandre Beck comenta arte, direitos humanos e política nas tirinhas de “Armandinho”, cartum que se tornou um fenômeno nas redes sociais

Por Juliana Sayuri 
De Florianópolis 
(Para Revista Trip – 19/2/2019)

Espalham-se pela mesa canetas, livros, lápis diversos, papéis de diferentes gramaturas e rascunhos de sua primeira HQ. Alexandre Beck, 46, está desenhando. Faz 37 graus na ilha de Florianópolis, tarde tórrida de 16 de janeiro de 2019, a primeira vez desde 2010 que seu “filho” não ilustrou as páginas da imprensa catarinense. Beck é o pai do cartum Armandinho, protagonizado por um garoto de cabelos azuis que fez fama com suas tiradas infantis, mas críticas – na linha da argentina Mafalda (do cartunista Quino) e do americano Calvin (de Bill Watterson). “Fico até envergonhado, porque eles desenham de verdade. Meu traço é tosco”, diz, timidamente, o ilustrador.

Armandinho nasceu às pressas no dia 9 de outubro de 2009. Beck fora pautado de última hora pelo Diário Catarinense, onde atuava desde 2000, para ilustrar uma reportagem sobre pais e filhos. Para cumprir o prazo, o artista resgatou um desenho pré-pronto de outro trabalho de sua autoria, um livro que foi engavetado pela editora e nunca publicado. Traçou uns pares de pernas altas para simbolizar os pais ao lado da curiosa criança boquiaberta. Tempos depois, no dia 17 de maio de 2010, “o menino” conquistou uma coluna fixa no jornal. Para batizá-lo, a redação realizou um concurso entre leitores – venceu a indicação de uma professora que dizia que o garoto estava sempre “armando” algo nas histórias.

O menino cresceu. De lá pra cá, Armandinho rodou o país: suas tirinhas figuraram diariamente na imprensa catarinense (além do Diário, outros três jornais) e gaúcha (Zero Hora, por exemplo) e foram licenciadas para livros didáticos diversos. Em São Paulo, rodaram no caderno infantil Folhinha (da Folha de S. Paulo). Beck também compilou cartuns para montar onze livros – o número zero saiu em 2013; o último, em 2018. No Facebook, onde soma mais de um milhão de fãs, seus posts movimentam milhares de interações, assim como acumula dezenas de milhares de likes nos posts de sua conta no Instagram. […]

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s