vice brasil

Por dentro da Oktoberfest Blumenau

Contradições e pouca diversidade marcaram a festa na cidade em que o candidato de extrema-direita teve 71,59% dos votos

Por Juliana Sayuri
De Blumenau
(Para Vice – 17/10/2018)

Santa Catarina deu ao candidato de extrema-direita Jair Bolsonaro (PSL) a melhor marca estadual no primeiro turno (65,8% dos votos), no dia 7. Se dependesse de Blumenau, cidade do interior do estado, o ex-capitão teria sido eleito com 71,59%. E foi nesse reduto bolsonarista que ocorreu a 35ª Oktoberfest, onde, no sábado, 71 mil foliões entornaram mais de 90 mil litros de chope na Vila Germânica, um parque gigante inspirado num vilarejo alemão do século 19.

Adaptação da Oktoberfest de Munique, na Alemanha, iniciada em 1810, a festa de outubro é o ponto alto da cidade catarinense, com atrativos como culinária típica, música e milhares de barris de cerveja. É uma festa tradicional que se diz aberta à diversidade, mas que não parece celebrar quem defende a diversidade. Lá, não demorei uma hora para testemunhar um episódio de racismo: um jovem loiro, de olhos azuis, berrou à distância a um amigo (também loiro, de olhos azuis) para “trancar a respiração”, tapando o nariz, enquanto passava um garoto negro a seu lado.

360.jpg

FOTO: RODRIGO SICURO

O episódio não era de surpreender. Na abertura da Oktober, no dia 3, depois dos versos finais do hino nacional, ribombaram brados de “mito”. Muitos que estavam ali, eu sabia, achariam queixas de racismo ou homofobia como mero “mimimi”. […]

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s