folha

Alckmin atribui radicalização ao PT

Por Juliana Sayuri
De Florianópolis
(Para Folha de S.Paulo – 8/9/2018)

Ao retomar seus compromissos de campanha após ataque a Jair Bolsonaro (PSL), o candidato à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) voltou a defender um “esforço conciliatório e pacificação” na política para promover “desenvolvimento econômico e democracia”.

Na sexta (7), o tucano cancelou seus compromissos em respeito à recuperação de Bolsonaro e, neste sábado (8), retomou a agenda em Santa Catarina. Em visita à Festa Nacional da Ostra – Fenaostra, em Florianópolis, Alckmin afirmou que não mudou seu esquema de segurança, feito pela Polícia Federal e usado desde o início da campanha.

356

FOTO: RODRIGO SICURO

Questionado sobre seu discurso de pacificação, diferente do tom assumido em março após o ataque a tiros a uma caravana petista no Paraná, quando declarou que “o PT colheu o que plantou, Alckmin disse à Folha desconhecer à época notícias de tiros. […]

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s