aliás – estado

Em busca do urbanismo perdido

Por Juliana Sayuri
De São Paulo
(Para O Estado de S. Paulo – 26/1/2014)

1

Enquanto São Paulo festeja seus 460 anos, o poeta Antonio Risério escreve em Salvador. Desta vez, não um verso ou uma música, mas uma crítica atilada sobre os retratos deste Brasil. “As cidades brasileiras estão vivendo dias especialmente difíceis, de uma ponta a outra do País. Estão maltratadas, sujas, agressivas”, descreve o antropólogo e autor de A Cidade no Brasil e A Utopia Brasileira e os Movimentos Negros (ambos publicados pela Editora 34).

Atravessamos a maior crise urbana da história brasileira, define o escritor, enquanto “nossos governantes, numa verdadeira marcha da insensatez, abrem mão da reforma urbana”. Que fazer? “Para enfrentar a crise atual, precisaríamos de um verdadeiro Ministério das Cidades, de prefeitos que não se comportassem como agentes da especulação imobiliária, de uma vontade coletiva de sair do buraco.” […]

1 reply »

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s