aliás – estado

C’est la vie, Domi


Por Juliana Sayuri
De São Paulo 

(Para O Estado de S. Paulo – 7/10/2012)

Dominique Strauss-Kahn perdeu muitos amigos nos últimos tempos. Perdeu o poder no Partido Socialista francês, o prestígio nas universidades europeias e até o respeito mundo afora. Viu naufragar a possibilidade de ocupar o palácio presidencial no oitavo arrondissement de Paris. Foi escrachado por feministas furiosas nos portões de casa. Tudo isso por sua perdição favorita: as mulheres, uma mania que o político de 63 anos não pretende perder jamais. “Sim, eu amo as mulheres. E daí?”, disse certa vez ao Libération, ao comentar os principais obstáculos para atingir suas aspirações políticas.

Antes poderoso chefão do Fundo Monetário Internacional (FMI) e um dos favoritos para disputar a presidência francesa em 2012, Dominique Strauss-Kahn – DSK para o mundo, Domi para os íntimos – teve a vida revirada em 2011, quando acusações de estupro passaram a preencher sua ficha corrida. Antes do furacão, o político ainda posava para fotos com um sorrisinho quase cínico nos lábios, como quem se orgulha das não tão secretas aventuras amorosas. Outro motivo para sorrir aconteceu nesta terça-feira, quando a Justiça francesa arquivou mais um inquérito por estupro. Até agora, DSK se safou de todos os processos criminais – e não foram poucos. […]

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s