aliás – estado

Tempos de sangue

Por Juliana Sayuri
De São Paulo
(Para O Estado de S. Paulo – 22/7/2012)

A história estava esquentando havia um bom tempo na Síria. Em abril, o chanceler do Conselho Nacional Sírio, Bassma Kodmani, escolheu palavras certeiras para definir o que se passa no país: “Com a promessa de trégua, Bashar Assad fez o mundo de bobo. Tempo é sangue hoje na Síria”.

Em maio, a Anistia Internacional acusou o país de crimes contra a humanidade, ante a tortura e o assassinato de opositores e manifestantes pacíficos. Em junho, observadores das Nações Unidas foram alvo de tiros na Província de Hama, enquanto o diplomata Kofi Annan via naufragar suas esperanças de um plano de paz para o país. […]

Comments:

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s